Free Joomla Template by HostMonster Reviews

SSPMI Pede o Apoio dos Vereadores Ijuienses

Publicado em Sábado, 13 Janeiro 2018

Na manhã do dia 11/01/2018, dirigentes do SSPMI Sindicato participaram da última Audiência Pública da LOA/2018 - Orçamento Público Municipal. 

Na manhã do dia 12/01/2018, os dirigentes sindicais participaram da Reunião das Comissões na Câmara Municipal de Vereadores.

AUDIÊNCIA PÚBLICA DA LOA/2018

A última audiência pública do orçamento municipal de Ijuí, promovida pelo Poder Legislativo, ocorreu na manhã do dia 11 de janeiro de 2018.

A direção do SSPMI Sindicato se fez presente e cobrou duramente as razões pelas quais o projeto de lei do reajuste dos servidores foi enviado pelo poder executivo aos vereadores sem nem ao menos dar ciência aos dirigentes sindicais, para que os mesmos pudessem convocar nova assembleia geral da categoria para tratar sobre o tema.

Confira, no vídeo abaixo, os pronunciamentos da presidente Anelise Françóis Kuntz e do diretor administrativo Ronei Mayer de Lima:

 

O projeto de lei que foi enviado para a Câmara de Vereadores, sem passar pelo sindicato dos municipários, constituindo uma prática autoritária, antidemocrática e antissindical por parte dos gestores municipais, prevê APENAS a concessão do INPC (2,07%) e um incremento de R$ 10,00 (dez reais) no auxílio-alimentação, que passaria a viger no valor de R$ 260,00 (duzentos e sessenta reais).

A presidente Anelise Kuntz classificou como DEMAGOGIA a informação de que "o custo da folha de pagamento teria aumentado em mais de 12% para o ano de 2018, enquanto o que é oferecido para o quadro geral é apenas 2,07%".

Já o diretor administrativo Ronei Mayer de Lima parabenizou a gestão por pagar o piso nacional dos professores, mas lembrou que "a educação não é formada só por professores, mas sim por um conjunto de pessoas, como a merendeira, a serviçal, a secretária de escola, a monitora, a auxiliar de educação, conjuntamente com os professores."

E complementou "a saúde também não é formada só pelos médicos que receberam 40% de reajuste ao final de 2013! Médicos são uma parte importante do sistema, mas a saúde é composta por enfermeiros, técnicas de enfermagem, atendentes plantonistas, agentes comunitários, serviçais..."

 

PARTICIPAÇÃO DO SSPMI SINDICATO NA REUNIÃO DAS COMISSÕES DO PODER LEGISLATIVO

Atendendo à solicitação do sindicato, os vereadores convidaram a direção do SSPMI a participar da reunião das comissões, na manhã do dia 12/01/2018.

Após expor toda a situação para os vereadores, a direção do sindicato pediu a ajuda e o apoio dos edis no sentido de:

  1. Não colocar em votação, na sessão ordinária do dia 15/01/2018, o projeto de lei de reajuste dos trabalhadores enviados pelo executivo;
  2. Se, eventualmente, for à votação, que os vereadores peçam vistas ao projeto;
  3. Que os vereadores constituam uma Comissão do Poder Legislativo para, juntamente com a direção do SSPMI Sindicato, reunirem-se com o Poder Executivos (secretários municipais e senhor prefeito municipal) para melhorar a proposta IMPOSTA pelo poder executivo;

Confira o ofício protocolado pela direção do SSPMI Sindicato, entregue a cada um dos vereadores presentes na reunião das comissões:

 

Durante a reunião, o vereador Darci Pretto - Líder da Bancada do PDT classificou como antidemocrática a atitude da direção do sindicato rejeitar a proposta inicial do poder executivo (INPC + R$ 7,50 de incremento no auxílio-alimentação).

Os vereadores de oposição afirmaram que dariam apoio ao sindicato, mas que, quem efetivamente teria condições de não colocar em votação ou mesmo de dialogar com o executivo seriam os vereadores de situação, por estarem em maior quantidade e terem maior influência sobre as decisões do poder executivo.

O vereador Marcos Barriquello - líder de governo se colocou à disposição para participar de uma eventual comissão para buscar melhorar a proposta do executivo e afirmou entender que algumas demandas apresentadas pelo sindicato, como o caso dos vencimentos abaixo do mínimo e do pagamento do 1/3 constitucional antes do servidor sair de férias são demandas simples de serem resolvidas.

Os vereadores alertaram sobre a preocupação do senhor prefeito chamar uma extraordinária no período de férias. Já a direção do sindicato protocolou o pedido por escrito, através do ofício n.º 011/2017.

Após a saída dos dirigentes do sindicato, a bancada do PDT ficou de se reunir para decidir se o projeto vai à votação na segunda-feira, dia 15/01/2018 ou não. 

 

DIÁLOGO COM A MESA DIRETORA DA CÂMARA DE VEREADORES

A mesa diretora é composta pelos vereadores Jagmin - PP, Alexandra e Misco - PDT, Beto Noronha - PT e Júnior Piaia - PCdoB.

Ainda no dia 12/01/2018, a direção do sindicato protocolou, junto à Câmara Municipal de Vereadores, o ofício n.º 012/2018 - endereçado ao presidente da Câmara, vereador Jagmin, e a toda a mesa diretora.

No ofício a direção explica que, como em qualquer processo de negociação, a direção do sindicato é legítima para recusar a proposta inicial, desde que apresente a contraproposta, o que foi feito por meio do ofício n.º 006/2018, protocolado junto ao poder executivo em 05/01/2018.

A direção explica ainda que nem o senhor prefeito municipal, nem os representantes do poder executivo responderam oficialmente sobre a contraproposta do SSPMI Sindicato, motivo pelo qual nenhuma assembleia sobre o tema foi convocada em 2018.

Porém uma assembleia geral já havia sido convocada para o dia 18/12/2017, à qual deliberou por alguns encaminhamentos do sindicato, no sentido de pressionar o poder executivo, através dos meios de comunicação e das ações judiciais e denúncias aos canais competentes.

No ofício 012/2018, a direção solicita ainda, ao presidente da Câmara de Vereadores e a toda a mesa diretora, que o projeto não vá à votação no dia 15/01/2018, já que a mesa diretora detém o poder e autoridade para escolher quais projetos vão à pauta e quais não vão à votação.

Além do ofício, a direção do sindicato também fez contato telefônico com quatro dos cinco membros da mesa diretora. Somente não se conseguiu ligação com a vereadora Alexandra Lentz.

Confira o Ofício encaminhado à mesa diretora da Câmara Municipal de Vereadores:

 

VISITA DO SENHOR SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO

Ao final da tarde do dia 12/01/2018, o senhor secretário municipal de administração Élio Quatrin fez uma rápida visita ao sindicato dos municipários de Ijuí, oportunidade em que dialogou brevemente com a presidente Anelise e com o diretor administrativo Ronei Mayer.

Durante a visita, o secretário entregou um ofício do poder executivo, formalizando a proposta final de reajuste do executivo.

Eles oferecem APENAS o INPC de 2,07% à vista e um incremento de R$ 10,00 (dez reais) no auxílio-alimentação, sendo esta a proposta final do executivo.

O executivo quer que o projeto seja votado na sessão do dia 15/01/2018 - segunda-feira para finalizar as negociações e assim efetuar o pagamento ao final do mês de janeiro, protelando as outras pautas para serem discutidas ao longo do ano e implementadas, possivelmente, apenas em 2019.

Os representantes do executivo também não desejam discutir as promessas e compromissos firmados com a entidade sindical e não cumpridos pelo gestor municipal! E ainda, estão irredutíveis quanto ao índice e ao valor do auxílio-alimentação.

Confira a proposta final IMPOSTA pelo poder executivo:

 

ASSEMBLEIA GERAL DA CATEGORIA

Uma vez que recebemos a proposta final (leia-se "IMPOSIÇÃO") do poder executivo quanto ao índice e ao incremento do auxílio-alimentação, a presidente deverá convocar uma assembleia geral da categoria para decidir quais os encaminhamentos a serem tomados.

A proposta da direção do SSPMI Sindicato, além dos encaminhamentos jurídicos que já estão sendo feitos, é FECHAR UMA ESCOLA E UM POSTO DE SAÚDE por dia.

 

CONFIRA ALGUMAS FOTOS DA AUDIÊNCIA PÚBLICA:

 

ALGUMAS FOTOS DA REUNIÃO DAS COMISSÕES DO DIA 12/01/2018:

 

LEIA TAMBÉM...

Acessos: 164